Quando a academia está cheia


1. Problema: fila nos aparelhos.
Seu drible: conhecer exercícios substitutos – que sejam tão eficientes quanto os movimentos populares a que correspondem. Exemplos:
Em vez deste…
1. Supino
2. Pulley costas
3. Tríceps no crossover
4. Peitoral no crossover
5. Legpress 45°
Faça este!
1. Supino na máquina ou supino com halteres no banco convencional
2. Barra livre com pegada aberta ou puxada up
3. Tríceps testa ou unilateral (ambos com halter)
4. Barra paralela ou crucifixo declinado
5. Agachamento (use metade do peso que põe no legpress)
2. Problema: muita gente falando, mais aulas barulhentas, menos concentração na sua mente.
Sua saída: leve seu MP3 com uma playlist dos sons que mais curte e adequados à sua malhação. “Música só melhora o rendimento no exercício se for do seu gosto. Se não, pode comprometer”, diz Mônica Oliveira Silva dos Santos, professora de educação física da Bahia e autora do estudo Exercício Físico e Música: uma Relação Específica. Batidas por minuto (bpm) de músicas que turbinam a malhação: mais de 100 e menos de 150. No djbpmstudio.com, há o bpm de milhares de músicas.
3. Problema: instrutor requisitado demais, demora a atender.
Sua saída: passe na academia numa hora tranquila (entre 10h e 12h ou 15h e 18h). Aí, tire todas as dúvidas sobre seu treino. Assim, você não vai precisar tanto do instrutor quando for malhar e poupa tempo na academia.
4. Problema: esteiras e bikes ocupadas.
Solução: “Use uma cama elástica no lugar de esteira ou da bike”, diz Roberto Zogbi, fisiologista do esporte e coordenador da academia Vibe Sport, em São Paulo. Pule 1 ou 2 minutos entre cada exercício de musculação.

FONTE: Menshealth.abril.com.br
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Para mais informações entre em contato:
acadhemia@gmail.com
83 98730 5644 (só mensagem).

 

Subscribe to our Newsletter

Contact

Email us: acadhemia@gmail.com

Our Team Memebers