Os Benefícios do Jump


  • Diminui a celulite, já que o movimento de vaivém provoca uma espécie de drenagem linfática nas pernas e no bumbum.

  • Não causa danos às articulações e à coluna, uma vez que o mini-trampolim absorve cerca de 87% do impacto do exercício.

    • Reduz a gordura corporal;
    • Enrijece os braços, pernas, coxas, abdômen e glúteos;
    • Aumenta a agilidade;
    • Rejuvenesce o corpo quando está cansado e melhora o estado de saúde mental e físico.
    • Alto gasto calórico: Nas aulas de  jump podem ser gastas entre 400 e 900 calorias. A medida que o equilíbrio dinâmico é desenvolvido, a lona elástica será “empurrada” com maior intensidade pelo praticante, aumentando o trabalho dos membros inferiores e a quantidade de calorias gastas nas aulas.
    • Fortalecimento dos membros inferiores: Todos os principais músculos dos membros inferiores são trabalhados nas aulas de  jump. O quadríceps (parte anterior da coxa), os ísquios tibiais (parte posterior da coxa), e também os glúteos poderão ser bastante “modelados” com a pratica regular da modalidade.
    • Prevenção e tratamento da osteoporose: Sobre o trampolim existe um aumento da carga gravitacional que faz com que o peso corporal do praticante seja multiplicado por pelo menos três vezes o valor normal. Conseqüentemente, os ossos e músculos dos membros inferiores são constantemente estimulados. De acordo com um estudo feito pela NASA, para o fortalecimento das “pernas”, os exercícios no mini trampolim poderão ser mais eficientes do que a corrida em esteiras.
    • Redução da celulite. Os saltitos na superfície do trampolim aceleram o “abre e fecha” das válvulas dos capilares linfáticos, que aumentam o processo de drenagem da linfa e a redução da celulite. Nos EUA, a drenagem ocorrida nos exercícios feitos no trampolim também é reconhecida como importante tratamento do câncer.
    • Alto poder de relaxamento: A “flutuação dos corpos” nas aulas de aero jump faz com que o estado de humor dos praticantes seja completamente alterado para melhor é claro! Algumas clínicas no Brasil utilizam exercícios nos mini trampolins como tratamento psicoterápico em função da diversão proporcionada pela atividade. O  jump já é considerado como a melhor atividade anti-stress das academias.
    • Melhora o sistema cardiorrespiratório e a resposta hemodinâmica;
    • Auxilia na prevenção às doenças degenerativas, melhorando a circulação miocárdica e o metabolismo cardíaco, altera favoravelmente a freqüência cardíaca e a pressão arterial, diminui e melhora o perfil lipídeo sanguíneo, aumenta a sensibilidade à insulina e previne a osteoporose.
    • Ajuda a eliminar o "stress", melhora a postura, e protege as articulações da fadiga e do impacto crônica causado pelo exercício realizado em superfícies duras.
    • Melhora as funções digestivas e renais, previne e combate à celulite.
    • Proporciona um aumento da carga gravitacional (força G) que fortalece o sistema músculo-esquelético.
  • Pode ser praticado por alunos de diferentes níveis de condicionamento físico, desde do iniciante ao mais avançado. 

  • Foi analisado um grupo de mulheres entre 19 e 26 anos, que foram submetidas a uma comparação entre a atividade realizada em uma esteira rolante e os saltos sobre um trampolim. O resultado apontou que a amplitude de movimentos no trampolim supera a corrida ou caminhada, resultando em um consumo energético quase 70% maior.
     
    Reações:

    0 comentários:

    Postar um comentário

    Para mais informações entre em contato:
    acadhemia@gmail.com
    83 98730 5644 (só mensagem).

     

    Subscribe to our Newsletter

    Contact

    Email us: acadhemia@gmail.com

    Our Team Memebers