Tudo Sobre Pré-Treino

 

O que é Pré-treino?


 
Muitas pessoas ficam em dúvida do que exatamente se quer dizer ao se falar do período pré-treino. Qual suplemento tomar antes de treinar? O que comer antes de malhar? Quais são os suplementos adequados antes de ir à academia, os horários certos, etc...
Ao falar de pré-treino, se tem em mente toda a preparação que ocorre antes da prática objetiva de qualquer exercício, que vai desde o consumo de alimentos, suplementos até os alongamentos e aquecimento. O pré-treino também envolve o consumo de alimentos que se encaixam fora do padrão de dieta a cada 3 horas, ou seja, a nutrição relacionada ao pré-treino é dedicada exclusivamente ao fornecimento de energia e nutrição para a prática de exercícios. Neste artigo, trataremos da alimentação e suplementação pré-treino, portanto, o que você deve comer antes de malhar para melhorar seus resultados.
A começar pela alimentação, é preciso desmistificar uma crença que ainda é recorrente entre os praticantes de exercícios, principalmente entre aqueles que querem emagrecer: Não se alimentar ou alimentar-se muito pouco antes de iniciar um treino.
Na ansiedade de perder os quilinhos extras, muitas pessoas acreditam que ao malhar em jejum vão acelerar o processo de emagrecimento. É verdade que você pode perder peso com isso, mas pelos motivos errados. Ao exercitar-se, o corpo precisa buscar fontes de energia para realizar os esforços, e sem alimentação, o organismo vai recorrer não só às gorduras, mas também aos músculos, ou seja, resultando em perda de massa magra. E pior: para se proteger, o organismo irá buscar armazenar mais gordura para a próxima vez que vier a faltar no organismo, acumulando os famosos pneuzinhos que nada mais são do que reserva de calorias.
Portanto, saiba que a dieta e o corte de alguns tipos de alimentos, principalmente os provedores de açúcares e gordura, são necessários, mas não estão relacionados à prática de exercícios em jejum, que pode resultar em perda de músculos, fraqueza, enfim, o resultado pode ser pior do que o esperado.
Então, o quê comer antes de malhar? Existem várias opções que podem ser utilizadas na alimentação pré-treino, e uma delas é uma leve refeição rica em carboidratos, que podem ser encontrados em pães, biscoitos, cereais, torradas, iogurtes, em todas as suas formas, porém, prefira os integrais. Os carboidratos são excelentes fontes de energia e preparam o corpo para o esforço físico e a queima de gordura, pois libera glicose de forma lenta e permite que o organismo gaste energia gradualmente, evitando a fraqueza e a hipoglicemia (queda brusca de glicose no sangue).  
As frutas também são boas opções para o pré-treino, pois também fornecem energia e auxiliam na hidratação. O potássio da banana previne cãibras e a água de coco serve como um isotônico natural, por exemplo. Confira algumas opções que vão deixar seu pré-treino saboroso e lhe darão mais disposição e energia:
- Pão integral;
- Macarrão;
- Maçã;
- Pêra;
- Leite Desnatado;
- Laranja;
- Uva;
- Biscoito de aveia;
- Iogurte desnatado.
Fique atento, o lanche pré-treino deve ser feito cerca de uma hora antes da prática e deve ficar em torno de 200 calorias. Confira alguns exemplos de refeições pré-treino que você pode experimentar.
Se você costuma treinar no início do dia, seu café da manhã pode conter:
Opção 1: Mingau de aveia (com leite desnatado);
Opção 2: Iogurte de frutas sem gordura e uma barra de cereais;
Opção 3: Banana com aveia ou torrada com pão integral com queijo branco e suco de fruta.
 
Já se o horário do seu treino costuma ser no fim do dia, seu pré-treino pode ser:
Opção 1: Sanduíche de pão integral com queijo cottage e peito de peru e suco de fruta;
Opção 2: Shake de proteína com fruta e aveia.
 
Existem também opções específicas para Ganhar Massa Muscular ou Perder Peso, auxiliando particularmente nestes objetivos de acordo com suas propriedades estimulantes, seja para queimar gordura ou para fornecer resistência e força.
 
Alimentos que ajudam a emagrecer
Entre os alimentos que auxiliam na perda de peso estão os termogênicos, que atuam no organismo acelerando o metabolismo e provocando uma variação de temperatura corporal (aumentando a quantidade de calor produzido) que resulta em uma queima acentuada de calorias. Como estimulantes, acabam também contribuindo para uma atividade física mais intensa, fazendo com que o corpo gaste mais energia.
Como exemplos de alimentos termogênicos estão o café, a pimenta, a canela, e o gengibre, que podem se adicionados em sua dieta como aperitivos extra, como uma pitada de canela em pó no café ou nas frutas, ou um pequeno pedaço cru de gengibre no chá, por exemplo.
Lembre-se que os termogênicos requerem cuidados especiais e devem ser consumidos com moderação, especialmente por aqueles que possuem problemas ou históricos de hipertensão e complicações cardíacas. Confira nosso artigo sobre termogênicos para ficar por dentro de todos os detalhes.
 
Alimentos que ajudam a Ganhar Músculos
 Para Ganhar Massa Muscular são indispensáveis os alimentos ricos em proteínas, como carnes, leite (e derivados), ovos, feijão, soja. As proteínas vegetais também têm um papel importante e podem ser boas alternativas para uma dieta sem muita carne vermelha. Entre essas, tenha preferência às magras, que possuem menos gordura e fornecem boa quantidade proteína e creatina ao organismo. O Filé mignon, carne de lagarto, maminha, coxão mole e duro são boas opções de carne magra. É importante lembrar que as carnes e fontes de proteínas também são ricas em vitaminas que também auxiliam na construção muscular. A gema do ovo, por exemplo, é rica em vitamina B12, que ajuda a diminuir a gordura corporal.Os peixes também são excelentes alimentos para a construção muscular e devem fazer parte do cardápio de quem pretende ganhar músculos, além de terem um belo diferencial: Ricos em ômega-3, os peixes estimulam a produção de hormônios, que têm um papel fundamental no aumento de massa muscular.
Assim como existem recomendações de alimentos apropriados ao pré-treino, é necessário saber que também existem aqueles que devem ser evitados por potencialmente causarem algum efeito indesejado no organismo. Entre estes, os que possuem um alto teor de fibras não são recomendáveis, pois costumam formar gases que podem atrapalhar a atividade física ao causarem desconforto abdominal. Outros alimentos que devem ser evitados no pré-treino são:
- Alimentos doces, como balas e refrigerantes. Muito cuidado, pois os chamados “doces” não estão relacionados aos alimentos que fornecem glicose para produzir energia, portanto, não devem ser consumidos com esse intuito.
- Excesso de proteínas (carnes e derivados)
- Grandes volumes. Evite treinar após uma refeição mais pesada, a não ser que haja um intervalo de no mínimo três horas até a prática.
- Alimentos com alto teor de gordura, como frituras e hambúrgueres.
A hidratação pré-treino é extremamente importante. É recomendável o consumo de dois copos (400 ml) de água cerca de duas horas antes da atividade física, lembrando-se de consumir um copo (200 ml) a cada 15 minutos de prática.
 
Suplementos no Pré-treino 


A suplementação no pré-treino, apesar de ainda ser um conceito relativamente novo, vem ganhando popularidade devido às inúmeras pesquisas que comprovaram a sua eficiência, e é utilizada principalmente para otimizar o seu treino e ampliar seus resultados. Embora uma dieta balanceada forneça os ingredientes essenciais, para aqueles que já estão em um nível de treino mais alto, ou procuram resultados mais expressivos em menos tempo, a complementação dos suplementos com uma alimentação bem regrada pode encurtar muito o caminho para os seus objetivos.
 Organizamos um guia completo para você saber tudo sobre os ingredientes e suplementos pré-treino, seus benefícios, e como utilizá-los da melhor forma. Antes, confira como a suplementação pré-treino auxiliará o seu desempenho na prática:
- Aumenta o rendimento
- Aumenta a força
- Aumenta a resistência
- Diminui a fadiga muscular durante o treino
- Aumenta a síntese de proteína
- Aumenta a energia e a atenção
- Melhora a distribuição de nutrientes e sua assimilação
- Aumenta o metabolismo (queima de gordura)
- Proporciona um equilíbrio hormonal mais uniforme no organismo
 
Obviamente, esses fatores são benéficos para todas as pessoas, independentemente de seus objetivos. Os suplementos certos e uma boa orientação definitivamente ajudarão a tirar o máximo do seu treino, e todos que pretendem atingir suas metas não podem ignorar essa importante área da nutrição.
 
Preparando o corpo e a mente
Uma das melhores sensações para quem malha frequentemente é aquela em que se sente que o treino rendeu. Antes mesmo de começar, há aquela sensação de estar energizado, bem disposto e cheio de vontade. Você consegue aproveitar cada repetição de cada série, e ao final do treino, sente que não há mais como erguer um peso sequer, correr um metro a mais, tamanho esforço feito durante os exercícios. Essa satisfação é atingida quando você está bem preparado física e mentalmente, ou seja, bem descansado, sem estresse. No entanto, é também comum perceber que este tipo de sensação não ocorre em todos os treinos, todos os dias. A realidade do cotidiano de muitas pessoas está sujeita a alterações físicas e mentais que influenciam diretamente no treino, no rendimento e, consequentemente, nos resultados. Essa situação é extremamente normal, e é aí que entram os suplementos pré-treino.
Os suplementos que te preparam para treinar têm o papel de produzir esse mesmo efeito. Fornecem disposição, vontade, força, resistência e energia. Com as propriedades diversas e particulares de cada tipo de suplemento, é possível tirar várias vantagens que permitirão que você sinta essa sensação de disposição, rendimento e resultados com muito mais frequência.
 
Força + Resistência
 Se o seu objetivo é ter mais força durante a prática de exercícios, as propriedades a seguir são as mais indicadas para o caso. Estes suplementos aumentarão sua força e resistência na academia e farão com que você mantenha um bom progresso na hora de pegar pesado nas suas séries.
 
Creatina Monohidratada
A creatina é um dos suplementos mais vendidos e reconhecidos mundo afora. Não por acaso, a Creatina realmente funciona, proporcionando um aumento de força que vai permitir que o seu treino seja mais intenso e produtivo.
Durante um treino, existem vários processos que influenciam na execução de um exercício. A ATP (Adenosina tri-fosfato) é a principal fonte de energia que auxilia a contração dos músculos. O organismo, entretanto, acumula uma quantidade de ATP suficiente apenas para sustentar uma contração por poucos segundos, tendo que ser substituída assim que se esgota, partindo para a quebra de fosfato de creatina, que vai liberar energia extra para que o exercício possa continuar a ser executado. Se os níveis de creatina no corpo estiverem baixo, a resistência diminui e por consequência, a intensidade do exercício (a fadiga muscular é atingida mais rapidamente).
É nesse momento que a suplementação com Creatina entra em ação. Com ela, você garante que os níveis de creatina estarão altos o suficiente para utilizar o maior peso e a maior quantidade de repetições necessárias para um estímulo que priorize o ganho de massa muscular.
Para melhores resultados, tome 5g de Creatina monohidratada cerca de 30 minutos antes de cada treino.
Suplementos Indicados: Qualitine Gaspari, Creatina Monohidratada BodyAction, Creatina Powder Nutrilatina 

Taurina
A Taurina é um aminoácido produzido pela cisteína no organismo. Taurina é diferente de outros aminoácidos por não estar relacionado à proteína, mas sim a diversos processos fisiológicos, como contração muscular, auxílio no bom fluxo de fluídos no corpo, na estrutura celular das membranas e como antioxidante.
Os benefícios da Taurina na atividade física ainda estão sendo estudadas. Uma hipótese é da função no equilíbrio da contração do tecido muscular. Embora sua efetividade apresente variações, é cientificamente provado que exercícios causam uma queda nos níveis de taurina nos músculos, portanto, se não há uma contração muscular satisfatória, o treino perderá rendimento.
Para não deixar que os músculam sintam a deficiência de Taurina, é recomendado o consumo de 1-2 gramas de Taurina cerca de 30 minutos antes do treino.
Suplementos indicados: Black Burn Liquid Nutrilatina, Black Burn Nutrilatina.
 
Crescimento Muscular
Qualquer pessoa que já tenha feito musculação, tem o ganho de massa muscular como um de seus objetivos. O foco dos suplementos a seguir são para otimizar este efeito e melhorar os resultados. Existem vários tipos que potencializam o ganho de músculos na síntese de proteínas, confira os mais reconhecidos e recomendados:
 
BCAA
Os três aminoácidos de cadeia ramificada são a leucina, isoleucina e valina. A ação do BCAA já é reconhecida há tempos como um suplemento que reduz a fadiga do tecido muscular se consumido antes do treino. Esse processo acontece devido ao BCAA ser metabolizado diretamente no tecido do músculo ao invés do fígado, o que significa que pode ser utilizado como uma fonte rápida de energia quando o organismo sentir a necessidade. Com isso, os BCAA’s previnem que o corpo busque aminoácidos necessários para a prática do exercício no tecido muscular, utilizando o que já está na corrente sanguínea.
Pesquisas recentes mostraram também uma influência dos BCAA’s nos níveis hormonais. Em alguns estudos, foram feitos testes com atletas que consumiam BCAA antes do treino e foi detectado que os níveis de testosterona e insulina permaneceram altos após o treino, quando o primeiro costuma sofrer uma queda e o segundo é utilizado como energia para a execução dos exercícios (evitando que o corpo busque essas energias no músculo). Ambos têm participação anabólica importante na busca pelo ganho de massa muscular.
Um dos aminoácidos de cadeia ramificada, leucina, também tem sido alvo de várias pesquisas e estudos por possivelmente afetar a síntese de proteína e o aumento de células específicas. Há uma grande expectativa para a contribuição que a leucina pode exercer no mundo do fisiculturismo.
Suplementos Indicados: BCAA 1.3g Body Action, BCAA Plus Probiótica, Recovery 2:1:1 Optimum Nutrition.
 
Whey Protein
O Whey Protein é comumente mais reconhecido por ser um suplemento pós-treino do que uma opção para o pré-treino. O Whey Protein é uma proteína de altíssima qualidade que possui altos níveis de BCAA e é facilmente digerida e absorvida pelo organismo. Essa rápida absorção é que torna-a importante no pós-treino, pois anula o efeito catabólico do músculo aumentando a síntese de proteína, resultando no crescimento muscular.
Apesar do Whey Protein ser um excelente suplemento para o pós-treino, estudos indicam que seu uso antes da prática de exercícios podem trazer os mesmos, se não mais benefícios ao organismo, pois a síntese proteica é processada igualmente e aliada às funções de fortalecimento do tecido muscular e aumento dos níveis de insulina através das propriedades puras do BCAA contidas no Whey Protein.
Suplementos Indicados: 100% Whey Gold Standard, Elite Whey Protein Dymatize, Whey Ultra Filtrada Optimum Nutrition, 3 Whey IPC Nutrilatina.
 
Carboidratos com alto índice glicêmico
Os carboidratos com um alto índice de glicose nada mais são que carboidratos de rápida digestão. Não têm o mesmo reconhecimento de outros suplementos, como o Whey Protein ou a Creatina, mas também possuem uma alta importância no crescimento muscular e no desempenho.
Para entender melhor as funções dos carboidratos, é necessário entender como o organismo utiliza e busca diferentes fontes de energia para serem usadas durante os exercícios. Durante o treino, o corpo utiliza Trifosfato de adenosina (ATP) para controlar as contrações musculares. Após o limite de ATP for atingido, o corpo busca o Fosfato de creatina (CP) como fonte de energia. O organismo acumula suficiente CP para apenas 8 a 12 segundos de esforço máximo, sendo atingida a fadiga muscular após esse período.
Neste ponto, o organismo recorre à glicose, utilizando as reservas presentes no músculo e na corrente sanguínea para substituir a falta de ATP. Seu corpo repete este processo em cada exercício realizado na academia. Os carboidratos entram em cena junto à glicose, fazendo com que as células musculares utilizem o “caminho” dos glicogênios para restaurar a ATP. Isso significa que o seu organismo permanecerá resistente ao ingerir carboidratos antes do treino.
A principal razão do consumo de carboidratos de rápida digestão em relação aos demais é o seu efeito nos níveis de insulina. Carboidratos de alto índice glicêmico fornecem uma liberação de insulina muito maior, e por ser potencialmente um dos hormônios anabólicos mais importantes do organismo, tem um papel fundamental nos resultados do seu treino. A insulina também possui uma relação antagônica com o Cortisol, hormônio que influencia vários fenômenos do corpo humano, como o estresse e a perda muscular. Por ter essa função antagônica, a insulina preserva a integridade do músculo e o seu melhor desenvolvimento durante a atividade física.
Decidir a quantidade de carboidratos a ser ingerida depende do objetivo de cada pessoa, seja ela de ganho ou perda de peso. Em uma indicação segura, é recomendada a ingestão de cerca de 20-60 gramas de carboidratos de alto índice glicêmico imediatamente antes do treino.
Suplementos indicados: Stealth VPX , Real Mass Gaspari

Energia + Concentração
O foco e a disposição são fatores extremamente importantes para a efetividade de um treino. Quantas vezes você já não presenciou pessoas conversando, se distraindo ou até mesmo cansadas na academia durante os exercícios? Os melhores treinos são aqueles em que a sua energia e atenção estão completamente voltadas para a sua realização, sem se preocupar com desvios de foco ou perda de rendimento por ter tido um dia corrido. Os suplementos abaixo servem exatamente para esta função.
Suplementos Indicados: Carb Up Probiótica

Cafeína
A cafeína é provavelmente o estimulante mais popular do mundo. Muitas pessoas, inclusive aquelas que não treinam consomem a cafeína no decorrer do dia para atingir um estado maior de atenção.
A cafeína age diretamente no sistema nervoso. Acelera o metabolismo por liberar ácidos graxos na corrente sanguínea para serem usados como fontes de energia, ou seja, funciona como uma excelente queimadora de gorduras se consumida antes do treino.
Do ponto de vista do crescimento muscular, a cafeína trabalha como um estimulante para o organismo de uma maneira geral, aumentando o foco, a concentração, o estado de alerta e melhorando a coordenação. Ao contrário da crença popular, quantidades moderadas de cafeína podem ser extremamente benéficas se tratando de performance e desempenho, quando apenas quantidades exageradas e fora do limite diário (400mg para homens e 300mg para mulheres) podem resultar em maus resultados.
A quantidade de cafeína recomendada para o pré-treino varia de pessoa para pessoa. Muitos suplementos recomendam uma quantidade pequena para “acessar a sua tolerância” e calcular a dosagem a partir destas respostas. A cafeína pode ser consumida separadamente, a maioria dos produtos contém cerca de 200mg e ela está presente em praticamente todos os suplementos pré-treino, exceto em aqueles livres de estimulantes.
Os efeitos da cafeína não ocorrem imediatamente, portanto é recomendável consumir o suplemento pré-treino com cafeína cerca de 30 minutos antes do treino.
Suplementos Indicados: Black Burn Liquid Nutrilatina, Ripped Caff BodyAction.
 
Tirosina
A Tirosina é um aminoácido com várias propriedades fisiológicas. Muitos benefícios da Tirosina se dão por ela agir como uma precursora de neurotransmissores, como a noradrenalina e a dopamina (responsáveis pelo bem-estar e a estimulação do corpo para atividades físicas), servindo para acelerar a síntese desses hormônios. O resultado é a diminuição do estresse agudo, normalmente provocado pelo excesso de treino. O aumento de concentração e a relação com a queima de gorduras estão sendo estudados como outros benefícios gerados pela Tirosina.
Como a Tirosina participa de vários fenômenos fisiológicos, tem se tornado um ingrediente importante em suplementos pré-treino. Consuma cerca de 500 a 1000mg 30 minutos antes do treino.
 
Resistência
A resistência pode ser importante em vários níveis de sua atividade física. Com o seu aumento, será possível realizar mais repetições, treinar mais e por um período maior, e ganhar mais músculos como consequência. Independentemente de você ser um corredor ou um fisiculturista, uma maior resistência será sempre benéfica para atingir melhores resultados.
Suplementos Indicados: Dilatex Power Supplements, Start Xplode Xtreme BodyAction

Beta-alanina
A Beta-alanina é um aminoácido capaz de aumentar os níveis de carnosina junto ao tecido muscular. A carnosina é um dipeptídeo composto da beta-alanina e hidistina. Infelizmente a carnosina não é digerida pois é rapidamente metabolizada no sangue pela enzima carnosinase. Entretanto, a ingestão de Beta-alanina fará com que ela seja rapidamente transportada para os tecidos musculares onde ela é sintetizada novamente como carnosina.
A Carnosina tem um papel muito importante para a resistência muscular, retardando a fadiga muscular e permitindo uma série maior e mais intensa. Sua função antioxidante também permite que o estresse causado pela fadiga seja diminuído, colaborando para uma recuperação sem sequelas musculares.
Beta-alanina é melhor aproveitada se consumida 30 minutos antes do treino em uma dose entre 2 a 2.5g, seguida de uma segunda dose no fim do dia. Obs: A Beta-alanina pode causar pequenas contrações involuntárias sob a pele, o que é absolutamente normal. A maioria dos bons suplementos pré-treino contém Beta-alanina.
 

Citrulina Malato
A Citrulina Malato é um aminoácido que não se transforma em proteína durante a síntese proteica. Por essa característica, ela se assemelha à taurina. Uma de suas funções é otimizar o fluxo sanguíneo, podendo ser convertida em arginina. A Citrulina é normalmente combinada à Malato, que é uma intermediária ao processo do Ciclo de Krebs (reações metabólicas das células). Este ciclo é um grande fornecedor de energia aeróbica junto à mitocôndria.
Estudos apontam que a  Citrulina Malato tem um papel importante e semelhante ao da Beta-alanina, por evitar a fadiga muscular por eliminar as toxinas produzidas e liberadas durante um treino de alta intensidade.
A dose recomendada de Citrulina Malato é a de 3 a 6g imediatamente antes ou durante os treinos para melhores resultados.
 
Antioxidantes
Muitas pessoas já ouviram falar dos antioxidantes, mas poucas sabem realmente como funcionam.
Os antioxidantes são benéficos ao organismo por neutralizarem os radicais livres, que são átomos que se originam quando o oxigênio entra em contato com moléculas específicas. Os radicais livres são prejudiciais ao entrar em reação com importantes componentes celulares, como DNA, causando a morte de células, inclusive as musculares.
Os antioxidantes são moléculas que neutralizam esses radicais livres, que são naturalmente formados e liberados na prática de exercícios, por isso é importante que haja uma boa ingestão de antioxidantes na sua dieta.
Suplementos indicados: Gamma Black Midway, Rennovee Liposolution Nutrilatina
Vitamina E
A vitamina E é o mais potente antioxidante lipossolúvel do corpo humano, sendo uma excelente escolha de antioxidante pré-treino por potencializar a ação dos outros antioxidantes, além é claro de exercer a sua própria. Estudos recentes mostraram que a glutationa e o ácido ascórbico não conseguem exercer suas funções antioxidantes por completo caso o organismo não possua níveis satisfatórios de vitamina E, por exemplo.
É recomendada a ingestão de 100-400ml de Vitamina E cerca de 30 minutos antes do treino.
Suplementos indicados: Linolen Absolute Firm Nutrilatina, Rennovee Beauty Solution Nutrilatina
 
Ácido Alfa-Lipóico
O Ácido Alfa-Lipóico beneficia o treino e o ganho de massa muscular em múltiplos aspectos. Não apenas trabalha como um poderoso antioxidante, também possui reações parecidas com a o hormônio Insulina. Como antioxidante, previne que as células vermelhas do sangue sejam danificadas pelos radicais livres. Fazendo o papel da insulina, aumenta o nível de glicose dos músculos e diminui o nível das células adiposas, ou seja, mais músculos e menos gordura.
Recomenda-se a ingestão de 200-400mg de Ácido Alfa-Lipóico cerca de 30 minutos antes das atividades no pré-treino.
 
N-Acetilcisteína
A N-Acetilcisteína (NAC) é derivada da N-Acetil que faz parte de um aminoácido Cisteína. A NAC protege o fígado de substâncias tóxicas devido ao seu alto poder antioxidante que acaba por potencializar também outro poderoso antioxidante: A glutationa.
Pesquisas recentes indicaram que a NAC é bastante promissora para diminuir a fadiga muscular por regular os níveis de potássio e atenuar a sua queda durante exercícios mais intensos. Esse controle regula o transporte de sódio e potássio na membrana celular, o que é fundamental para o bom funcionamento das células e, consequentemente, um melhor rendimento no treino.
É recomendada a ingestão de 300 a 600mg de NAC cerca de 30 minutos antes do treino.
 
Utilizando os Suplementos Pré-treino
Como muitos suplementos, é importante determinar um ciclo de consumo para que sempre haja o máximo de efetividade, ou seja, a reposição ou até mesmo uma pequena pausa no uso de suplementos trará benefícios, pois evitará que o seu corpo se acostume com os mesmos ingredientes.
Esse fenômeno é relativamente comum e acontece como nos treinos: a falta de variação de exercícios fará com que o seu corpo se adapte aos estímulos e retirará gradualmente a efetividade dos exercícios. Com os suplementos o efeito é semelhante, se você não criar um ciclo no consumo de creatina, por exemplo, seu organismo eventualmente diminuirá sua capacidade de transportar todos os nutrientes para as células, o que causará uma queda nos resultados esperados.
A cafeína é outro exemplo. A sensibilidade de alguém que necessita de apenas uma xícara de café para manter-se em alerta, com o tempo poderá necessitar de duas ou mais vezes a quantidade para atingir o mesmo efeito, além do excesso de consumo de cafeína baixar a função adrenal (liberação de adrenalina). Tudo isso pode ser evitado na variação de suplementos ou interrupção temporária dos mesmos.
A melhor maneira de se criar um ciclo no uso de suplementos é utilizá-los consistentemente por cerca de 6 a 8 semanas, seguida de uma cessão de 2 semanas. É importante lembrar-se de que é recomendável uma pausa de todos os tipos de estimulantes de uma só vez.
 
Perguntas mais frequentes
- Devo tomar meus suplementos Pré-Treino com comida?
R: A maior parte dos suplementos não deve ser consumida com comida, porém, caso seu suplemento contenha cafeína e você tenha uma sensibilidade maior ao composto, pode amenizar seus efeitos ao consumir o produto junto com um lanche leve.

- Posso combinar meus suplementos Pré-treino?
R: Apesar de não haver grandes problemas ao combinar suplementos pré-treino, geralmente não é recomendado a ingestão de múltiplos produtos ao mesmo tempo, principalmente por efeito dos estimulantes. Ao combinar mais de um produto que contém cafeína, por exemplo, você corre o risco de ultrapassar a dose indicada. Neste conceito, evite também tomar suplementos pré-treino que possua cafeína com outros estimulantes, como café e energéticos.

- Posso tomar suplementos Pré-treino mesmo querendo perder peso?
R: Sim, os suplementos pré-treino não atrapalham a perda de peso, pelo contrário, muitos produtos contêm aceleradores de metabolismo, que contribuem com a perda de gordura. Além disso, durante uma dieta de perda de peso, o organismo também pode sofrer com a redução de energia que o corpo necessita para o treino, portanto, os suplementos pré-treino podem auxiliar e contribuir muito no processo de emagrecimento.

- Devo tomar meus suplementos pré-treino em dias de descanso?
R: Não há a necessidade de tomar suplementos pré-treino nos dias de descanso. Obviamente, a função destes suplementos é de aumentar o rendimento do treino, portanto, se não há treino a ser realizado, os suplementos não precisam ser consumidos. O dia do descanso também serve para a própria suplementação. Um dia sem estimulantes ajuda o organismo a não se acostumar com essas substâncias, mantendo sempre uma boa sensibilidade e eficiência quando retomadas.

- Se eu treinar à noite, posso continuar tomando os suplementos pré-treino?
R: Sim, porém, quanto mais tarde ou próximo ao horário de dormir for o seu treino, escolha por suplementos livres de cafeína. A energia recebida pelos estimulantes diminuirá, mas você ainda se beneficiará dos efeitos anabólicos sem ter o sono prejudicado.

- Devo tomar um shake de proteína após o treino, mesmo consumindo suplementos pré-treino?
R: Sim, a suplementação feita no pré e no pós-treino são igualmente importantes, e os suplementos consumidos após os exercícios auxiliarão e contribuirão ainda mais na recuperação e na síntese de proteína.
 
Mantenha o Foco e a Disciplina
Agora que você já possui conhecimento para levar seu treino ao próximo nível, não se esqueça de consultar um nutricionista e seu personal trainer para avaliações e indicações individuais dos suplementos e ingredientes citados acima, uma alimentação regrada e os suplementos pré-treino certos lhe ajudarão a preparar o corpo e a mente e obter sempre o resultado máximo do seu treino.
 
 
FONTE: Totalfit.com.br
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Para mais informações entre em contato:
acadhemia@gmail.com
83 98730 5644 (só mensagem).

 

Subscribe to our Newsletter

Contact

Email us: acadhemia@gmail.com

Our Team Memebers