Auto exame dos testículos


Você ficou surpreso ao encontrar ou ao ler este título: ‘auto-exame dos testículos?’, saiba que você não é o único, já que se ouve muito falar em auto-exame das mamas, mas dos testículos, nada. Realizando uma analogia com o auto-exame das mamas, o auto-exame dos testículos possui a mesma finalidade, ou seja, é a melhor forma de detectar o câncer do testículo em estágio inicial, facilitando e aumento o sucesso do tratamento e consequentemente da cura. De acordo com especialistas, o auto-exame dos testículos devem ocorrer pelo menos uma vez ao mês sempre após o banho quente, pois o calor faz com que o escroto relaxe, facilitando assim a identificação de anormalidades. Anormalidades? Quais? O que procurar? Quando realizar o auto-exame é preciso que o homem procure qualquer alteração do tamanho dos testículos, dor imprecisa no abdômen ou na virilha, sensação de peso no escroto, desconforto ou dor no testículo ou escroto e derrame escrotal (líquido no escroto).
O auto exame dos testículos é tão simples quando o auto-exame da mama, sendo que para realizá-lo corretamente, veja logo abaixo os passos que devem ser seguidos:
-Em pé e em frente a um espelho, verifique se existe alguma alteração em alto relevo em um ou nos dois testículos;
-Com o auxílio das duas mãos examine cada testículo, posicionando-os entre os dedos indicados, médio e polegar. Revolva o testículo entre os dedos e durante este exame você não deverá sentir dores, caso sinta, saiba que há algo de errado;
-Caso você note que um testículo é maior que o outro, não se assuste ou muito menos se desespere, pois isso é normal;
-Localize o epidídimo, canal que se encontra atrás do testículo, região que coleta e armazena o esperma. Caso você se familiarize com a estrutura, certamente não se confundirá com uma massa suspeita. Geralmente os tumores malignos são frequentemente localizados na lateral dos testículos, no entanto, também podem ser localizados na porção ventral dos mesmos;
Contudo, redobre a atenção, principalmente se você palpe qualquer massa que não tenha sido identificada anteriormente, ao notá-la procure um médico o mais breve possível, de preferência um urologista. No entanto, esta modificação ou massa encontrada pode ser resultado de uma infecção, sendo que para acabar com as dúvidas quanto a isso não há nada melhor do que realizar exames, e caso seja um tumor, este poderá ser identificado no estágio precoce, o que aumenta as chances de cura. Verifique que massas escrotais não aderentes aos testículos não são suspeitas de tumor, assim fique atento a diferentes alterações, como aumento ou sensibilidade dos mamilos, sangue na urina e outros. Visite regularmente o urologista.

FONTE: Situado.net
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Para mais informações entre em contato:
acadhemia@gmail.com
83 98730 5644 (só mensagem).

 

Subscribe to our Newsletter

Contact

Email us: acadhemia@gmail.com

Our Team Memebers