Musculação e exercícios aeróbicos para diabéticos


A prática de exercícios físicos é necessária para qualquer pessoa, sendo esta com alguma condição de saúde adversa, ou somente para aqueles que querem fazer a manutenção da vida. Nosso organismo precisa de uma dose de exercícios diariamente, o qual ajuda a manter a qualidade dos órgãos, músculos e, consequentemente, do cérebro.
A musculação tem sido mostrada como a grande heroína de pessoas que querem evitar lesões, tratá-las, emagrecer ou tornar os músculos mais fortes e definidos. Entretanto, ela não é usada somente para essas áreas: fortalece os músculos cardíacos, melhora a frequência cardíaca, regula a pressão arterial, melhora a postura, estimula a produção de células, incluindo células ósseas, fortalece ligamentos, e, ainda, regula a concentração de glicose no sangue. Nosso foco, neste artigo, é esta última: a concentração de glicose no sangue.
O Diabetes é uma das doenças que mais mata pessoas no mundo. Ela é caracterizada, principalmente, pela alta concentração de açúcar no sangue, devido a pouca insulina produzida pelo pâncreas. A insulina, hormônio produzido no pâncreas, é a principal responsável por fornecer energia ao corpo, pois faz com que os alimentos que consumimos sejam quebrados e transportados a todos os locais através do sangue. Quando o pâncreas não produz insulina, ou produz em pouca quantidade, nosso corpo não recebe a energia proveniente dos alimentos, mostrando, assim, os sintomas tão característicos da doença, como: cansaço, visão turva, fome exagerada, entre outros. O açúcar consumido fica, então, acumulado em nosso sangue, sem ter sido quebrado, portanto sem poder ser usado.
A atividade física é responsável por diminuir a incidência dessa doença, e de muitas outras. Nosso corpo foi feito para receber doses diárias de exercícios, somente assim ele poderia funcionar de maneira perfeita. Juntamente com a alimentação saudável, o organismo pode ter seu funcionamento ótimo. A musculação, quando preventiva, pode diminuir mais de 50% das chances de desenvolver diabetes. O aumento de massa magra faz com que a glicose seja capturada de maneira mais rápida e adequada.
A musculação também tem mostrado ser muito eficiente na hora de melhorar a qualidade de vida de pessoas portadoras da doença. O ganho muscular promovido pelo exercício com pesos, assim como a diminuição de gordura corporal fazem com que a glicose seja muito melhor absorvida pelo esportista. A massa magra tem a tendência de aceitar a passagem da glicose mais facilmente pelas fibras musculares, ao contrário da gordura, que impede esse processo, mantendo o nível de açúcar no sangue mais alto.
Alguns dos exercícios mais sugeridos para pessoas portadoras de diabetes são o supino e a caminhada na esteira. Estes dois exercícios, quando combinados, geram muito retorno ao diabético. Ao fazer exercícios sistêmicos com barras com peso moderado, a glicose é queimada pelos músculos trabalhando. A caminhada com passos largos auxilia na diminuição da gordura abdominal, que é um dos agravantes da condição, pois diminui a ação da insulina.
Entretanto, esses exercícios devem ser feitos sempre com acompanhamento médico e de um profissional do esporte. Exagerar no treino não vai fazer a doença regredir ou ser controlada mais rápido, somente poderá acontecer uma crise de queda de glicose, por causa da hipoglicemia, que ocorre quando não existe glicose suficiente no sangue para o tanto de exercícios feitos. Procure manter uma rotina de exercícios, moderados, sempre com acompanhamento e supervisão, não se esquecendo da hidratação.
As ações necessárias para que não ocorra nenhum contratempo no treino são: medir a taxa de glicose no sangue antes, durante e depois do exercício; caso o açúcar estiver superior a 250 mg/dL, suspenda o treino; fazer uma avaliação cardiológica completa antes de iniciar os exercícios; ter uma bala de açúcar ou um suco de laranja sempre à mão, em caso de hipoglicemia.
Antes de começar a musculação é necessário ter o aval do médico e do profissional do esporte. Não se esqueça de se hidratar e manter uma alimentação saudável; somente assim você poderá tirar total proveito da musculação para o diabetes.

Esse artigo acima tem apenas o caráter informativo e não tem a intenção de substituir uma orientação médica ou de um profissional de saúde.

Por Raquel Torres Costa Bressan
Redatora  formada em Letras pela Universidade Federal de Viçosa.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Para mais informações entre em contato:
acadhemia@gmail.com
83 98730 5644 (só mensagem).

 

Subscribe to our Newsletter

Contact

Email us: acadhemia@gmail.com

Our Team Memebers