BA - Beta Alanina

 
 A beta alanina é um aminoácido não essencial, é o único aminoácido que ocorre na forma beta naturalmente. Foi descoberto em pesquisas há mais de 100 anos atrás. O seu principal benefício como suplemento é o aumento dos níveis de carnosina muscular.
A principal função da carnosina é agir como uma espécie de reservatório muscular. A carnosina ajuda a estabilizar o pH muscular ao absorver íons de hidrogênio que são liberados conforme a intensidade do esforço muscular praticado. Mas qual é a importância da estabilização do pH muscular? Os músculos funcionam melhor quando estão no nível adequado de pH. Mas conforme os músculos são submetidos a trabalho através de exercícios físicos, o pH muscular fica abaixo do nível ideal, o que faz com que haja uma queda do rendimento muscular, e o atleta começa a perder força. A carnosina então age ajudando a evitar que o pH muscular abaixe, prologando o período de tempo que o músculo pode fucionar no seu rendimento ideal.
Mas por que então não suplementar com carnosina ao invés de beta alanina? A beta alanina é quebrada pelo nosso corpo em suas partes constituintes e transformada em carnosina, e pesquisas mostram que a ingestão de beta alanina é na verdade superior à ingestão direta de carnosina para o aumento dos níveis de carnosina muscular.
Pesquisas mostram também que os níveis de carnosina muscular aumentam através do treino com pesos. Em um estudo recente foi comparado o nível de carnosina de fisiculturistas com o de indivíduos não-treinados, e notou-se que os fisiculturistas possuíam cerca de duas vezes mais carnosina nos músculos do que os indivíduos não treinados.
Muitos comparam os efeitos da creatina com os da beta alanina. Os efeitos do aumento dos níveis de carnosina são: aumento da força e resistência muscular, aumento da resistência aeróbia e anaeróbica dos músculos, e diminuição do tempo necessário para recuperação muscular, efeitos que são também observados com a suplementação de creatina. Isso não quer dizer que você deva pensar em substituir a creatina pela beta alanina. Pelo contrário, muitos indivíduos relatam um desempenho muito melhor ao combinar a suplementação de creatina e beta alanina.
As pesquisas feitas até agora mostram que é seguro suplementar com beta alanina. Um estudo de 12 semanas de suplementação com beta alanina onde no final do estudo foram feitos diversos exames como de sangue, fígado e hormônios mostrou que não houve nenhuma mudança negativa nos resultados antes e depois da suplementação com beta alanina.

Assim como a cretina, nossos músculos também possuem uma reserva de carnosina, o que faz com que algumas pessoas prefiram fazer uma "saturação" de beta alanina por uma semana e depois baixar a dose, enquanto outras pessoas preferem não fazer.
A dosagem usada é de geralmente 3 a 6 gramas divididas ao longo do dia, usada também em dias sem treino. Nos dias de treino, muitos preferem usar 2 ou 3 gramas logo antes do treino por causa do efeito de "comichão" que sentem nos músculos ao usar a beta alanina (o que é normal), e pelo aumento no "pump" que ela proporciona. Há também quem sinta esse efeito de "comichão" de maneira muito intensa, chegando a provocar desconforto e mal estar, e por isso descontinuam o uso de beta alanina.




Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Para mais informações entre em contato:
acadhemia@gmail.com
83 98730 5644 (só mensagem).

 

Subscribe to our Newsletter

Contact

Email us: acadhemia@gmail.com

Our Team Memebers