9 passos para obter sucesso em sua academia de ginástica


Quando se quer montar uma academia, a primeira coisa a se entender é: com o que vou trabalhar? Que produto vou vender? A partir daí, deve-se buscar compreender o que seus alvos/clientes esperam buscar em sua academia de ginástica. Muitos hoje já praticam atividades físicas para melhorar a sua qualidade de vida. Outros pela estética. Outros pela oportunidade de relacionamentos sociais. E, assim, você tem de estar sempre buscando compreender esse aluno/cliente para satisfazê-lo sempre.
“Geralmente, quem procura uma academia de ginástica quer estar diretamente ligado ao novo, mesmo que pague barato. Isso nos mostra que o empresário que vai montar uma academia deve estar sempre atento a todas as tendências desse mercado, no que se refere a novidades”, afirmam os professores Paulo Lanes Lobato e José Cláudio Santana, do curso Como Montar uma Academia de Ginástica, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas.

Uma atividade de grande retorno financeiro

A prestação de serviços no ramo de academias de ginástica é uma atividade de grande retorno financeiro, principalmente em temporada de verão, quando todos querem ficar em boa forma e esteticamente bem. Pesquisas científicas confirmam o papel da atividade física na prevenção de doenças coronarianas, hipertensão, obesidade, diabetes, estresse e sedentarismo, as quais são responsáveis pela queda da qualidade de vida. Em consequência disso, esse mercado é apontado como uma das maiores tendências de comportamento para o século XXI. O público-alvo que se restringia aos jovens e adolescentes, hoje atinge até a terceira idade. A expansão da clientela amplia também as possibilidades de se entrar nesse ramo de negócio. É um ramo prestador de serviços que pode ser também configurado como comércio, caso a academia comercialize algum produto por meio de uma loja ou lanchonete.

Uma pessoa procura uma academia por uma série de motivos: deseja enrijecer ou definir os músculos, perder ou ganhar peso, melhorar a postura, a aparência, buscar melhor relacionamento social, por indicação médica ou para prevenir doenças
Uma pessoa procura uma academia por uma série de motivos: deseja enrijecer ou definir os músculos, perder ou ganhar peso, melhorar a postura, a aparência, buscar melhor relacionamento social, por indicação médica ou para prevenir doenças
Rotina de funcionamento

Vai desde o momento em que o aluno se matricula até a realização do programa indicado para que atinja os seus objetivos. Uma pessoa, geralmente, procura uma academia, porque tem algum problema ou necessidade. Ela deseja enrijecer ou definir os músculos, perder ou ganhar peso, melhorar a postura, a aparência, buscar melhor relacionamento social, por indicação médica, para prevenir doenças, para buscar reconhecimento, para melhora da sua autoestima, importância ou status.

1º PASSO: Contato inicial

O futuro aluno/cliente faz o contato inicial , fica conhecendo a academia, faz a sua matrícula e marca a entrevista com o instrutor. Caso o aluno deseja enrijecer ou definir os músculos: Então, a melhor opção para ele será a musculação. Nesse caso, o aluno faz a matrícula e marca a entrevista com o instrutor, que é o professor formado em Educação Física, responsável pela musculação.

2ºPASSO: Entrevista

Na entrevista, o instrutor faz uma anamnese, ou seja, um questionário que reúne informações acerca da história da pessoa e o levantamento do seu grau de risco, anotando os resultados e os seus objetivos.

3ºPASSO: Definição dos objetivos

A definição de objetivos e a avaliação de riscos são feitas, cruzando-se as informações recolhidas com outros dados como idade, sexo, histórico clínico, histórico familiar e intervenções cirúrgicas. Nessa fase, o aluno/cliente é encaminhado ao médico e são solicitados exames complementares para que haja parâmetros de segurança para a prescrição da atividade física. Após a avaliação desses exames complementares, marca-se a avaliação física. Dependendo do caso e dos objetivos, é interessante, também, o encaminhamento do aluno/cliente a um nutricionista para a prescrição de uma dieta balanceada. O Médico e o profissional Nutricionista ou Nutrólogo pode ser conveniado com a academia. Nesse caso, o aluno ganha descontos na consulta.
4ºPASSO: Avaliação Física

Nessa avaliação física , o aluno/cliente é submetido a testes e protocolos de respaldo científico. Os dados da avaliação das aptidões físicas e as limitações são anotados pois são necessários para a elaboração do programa de atividade física. Nessa etapa, os softwares específicos auxiliam muito o trabalho.

5ºPASSO: Planejamento

Na etapa do planejamento, o instrutor reúne os dados obtidos na anamnese, nos exames clínicos, na avaliação física, mais os objetivos do cliente/aluno, mais o tempo e a frequência disponíveis, e elabora um programa de atividade física. Esse planejamento deve ser o mais rápido possível para que o aluno não fique muito tempo esperando para começar. Se ocorrer demora, ele pode desistir.

6ºPASSO: Prescrição

A prescrição vem depois do planejamento e a análise de todos os dados. Nessa etapa, faz-se a planilha de treino. Junto à prescrição, o instrutor deve dar uma assessoria quanto à vestimenta adequada, calçados, acessórios, ensinar como usar os equipamentos ligados ao programa prescrito, se for o caso, e como fazer os exercícios corretamente. Orienta, também, sobre a importância de se concentrar, ao executar os movimentos, evitando, assim, possíveis lesões, obtendo um melhor resultado.

7º PASSO: Execução do programa

Todos os dias marcados, o aluno chega, pega a sua planilha, que deve ficar em local de fácil acesso, e executa o programa determinado pelo instrutor da academia. O instrutor deve, sempre que possível, acompanhar o treino do aluno e supervisionar , constantemente, para ver se ele está executando da maneira correta. O horário deve ficar a critério do aluno que vai para a academia no horário que melhor lhe convier. Só que deve ser em horários que tenha professores para correção dos exercícios e supervisão destes. O professor deve indicar quais são os melhores horários para que o aluno possa se recuperar do treino anterior. A correção desses exercícios deve ser feita de forma respeitosa e com cuidado para não causar constrangimentos. O mesmo tratamento deve ser dispensado a homens e mulheres de qualquer idade.

8°PASSO: Reavaliação

Depois de um número de sessões, geralmente, um mês após o início do programa, o instrutor elabora uma nova avaliação e compara com a inicial. Os novos dados servem também para adequar a nova prescrição.

9ºPASSO: Novo planejamento e nova prescrição

O novo planejamento e a nova prescrição vêm após as adaptações fisiológicas sofridas e as metas alcançadas depois da avaliação dos dados recolhidos na fase anterior. Por exemplo, o aluno deseja perder ou ganhar peso. Então, a melhor opção é a musculação. Para perder peso, é indicado, além da musculação, também uma atividade aeróbica como aulas de spinning. Ele deve seguir os mesmos passos citados acima. Além disso, o professor deve indicar ao aluno um acompanhamento nutricional que a própria academia pode oferecer na forma de convênios.

Enfim, é essencial que todos os professores e funcionários da academia dispensem atenção aos seus alunos, principalmente, os mais velhos que dão muito valor a isso. Atualmente, o que mais vemos nas academias é um tratamento frio e impessoal por parte dos professores e treinadores. Muitos alunos trocam de academia por esse motivo.

FONTE: Cpt.com.br
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Para mais informações entre em contato:
acadhemia@gmail.com
83 98730 5644 (só mensagem).

 

Subscribe to our Newsletter

Contact

Email us: acadhemia@gmail.com

Our Team Memebers