Fáscia – O tecido que engloba todo seu corpo


Anatomistas definem  a fáscia como uma massa de tecido conjuntivo fibroelástica. A osteopatia define a fáscia como todo o tecido conjuntivo do corpo que tem uma função de apoio, incluindo os ligamentos, tendões, membrana dural,
e os revestimentos das cavidades do corpo.
A fascia é muito extensa. Se todos os outros tecidos e os órgãos fossem removidos do corpo, com a fáscia mantida intacta, ainda teria uma réplica da anatomia humana. Cada fascia de cada músculo envolve e separa em compartimentos músculos diferentes, mas na verdade é o mesmo tecido, que realiza um processo de divisão e união continua. Ela envolve e compartimenta os órgãos em todo o corpo. Fascia é contínua em todo o corpo.
A fascia forma bainhas em torno dos nervos e vasos. Ela envolve os órgãos torácicos e abdominopélvicos. Faz a pleura, pericárdio e peritônio. A fáscia liga osso ao osso, músculo a osso, e forma as bandas tendíneas.
A maioria dos planos fasciais são organizadas no sentido longitudinal. Áreas de hipertonicidade ou desequilíbrio muscular podem impor restrições funcionais no deslizar longitudinal das folhas fasciais do corpo. Portanto, uma área de restrição pode influenciar áreas adjacentes e distalmente.

Funções da Fáscia

A fáscia tem várias funções. Ela age para estabilizar e manter a postura ereta por meio da fascia lumbodorsal, a banda iliotibial, o fáscia glútea e da fáscia cervical. Além de proteger os grupos musculares, contra o atrito entre eles, ajudam a definir seu movimento. Essa função de delimitação muscular em ações específicas atua simultaneamente aos músculos impedindo a ruptura e conseqüente lesão muscular. Portanto a fáscia, atua simultaneamente aos grupos musculares para melhorar a coordenação e dar suporte aos órgãos, feixes neurovasculares, e canais linfáticos.
Tem também como função auxiliar a circulação dos fluidos corporais. Como se contrai junto a ação muscular, ajuda a comprimir as veias no seu interior, aumentando o retorno venoso. Qualquer contração, tensão, ou desequilíbrio na fáscia pode impedir ou inibir esta atividade dinâmica e resultar em diminuição do retorno venoso e congestionamento.
A fáscia influencia direta ou indiretamente o metabolismo das células, por causa de seu ambiente externo. Pressão ou tensão anormal vão alterar a difusão de nutrientes e a eliminação de resíduos, resultando em alterações na função da célula. A célula precisa de uma adequada constância da pressão osmótica, tensão do tecido do líquido intersticial circundante e substância fundamental para o bom metabolismo.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Para mais informações entre em contato:
acadhemia@gmail.com
83 98730 5644 (só mensagem).

 

Subscribe to our Newsletter

Contact

Email us: acadhemia@gmail.com

Our Team Memebers