O Segredos das pessoas que vivem muito!


Estudar Sempre

Manter a mente sempre ativa e estar em dia com atividades que exijam raciocínio é outra dica importante para garantir muitos anos de vida, e o melhor: anos saudáveis! Nunca parar de estudar pode garantir que o seu cérebro fique protegido contra uma série de doenças, principalmente quando a idade avança. Falando em termos práticos, isso vai significar uma melhor recuperação em casos de acidentes e riscos menores de limitações físicas, além, é claro, de nos proteger contra doenças degenerativas. Então, a ordem é: mantenha-se estudando!

Comer mais frutas

Acrescentar frutas em seu cardápio é uma ajuda e tanto para a prevenção de doenças crônicas. Alimentos de origem vegetal, como legumes, verduras e frutas têm grande quantidade de antioxidantes, que diminuem os efeitos negativos dos radicais livres, além de conterem gorduras boas e fibras. Portanto, pode incluir frutas no café da manhã, substituir o doce da sobremesa, e elas ainda podem ser a sua escolha para a ceia ou lanchinhos entre as refeições.

Cultive a sua fé

Nós não estamos falando em religião, e sim em acreditar em algo que dê sentido às suas buscas e conquistas. Ter crença em algo superior ajuda na superação de momentos difíceis e nos instantes de tomar decisões e fazer escolhas.

Perdoar mais

Para chegar bem à maturidade é preciso que, ao olhar para trás, sintamos orgulho dos acertos e aceitação dos erros. Ninguém passa pela vida sem cometê-los. Para isso, é essencial que nos desculpemos, assim como é fundamental perdoar quem nos magoou ou nos fez mal. Na vida ninguém é “bandido” ou “mocinho”. Perdoar aos outros e a si mesmo é um grande segredo para não guardar rancores e ser livre para seguir em frente. Afinal, somos feitos de erros, acertos, bons e maus momentos, e é preciso aprender a conviver com isso.

Esquecer-se do sal

Diminuir drasticamente o sal é um ponto imprescindível para se viver mais. Reduzir o seu consumo ajuda a controlar a pressão, e assim nos protegemos de incontáveis doenças, como problemas nos rins e coração, por exemplo. O excesso de sal causa retenção hídrica, o que provoca inchaço e faz subir rapidamente o volume de sangue. Por isso é preciso reeducar o paladar, testar novos temperos, como o alho e outras especiarias, e não levar o saleiro à mesa. Outra dica é reduzir (e muito) o consumo de embutidos, industrializados e alimentos ricos em condimentos, que possuem elevado teor de sódio.

Não descuidar dos dentes

Cuidar da saúde bucal é extremamente importante para quem quer viver mais e viver bem. A boca pode refletir a saúde de todo o corpo, por isso, ao menos uma visita semestral ao dentista é essencial, já que consultas simples podem detectar diabetes, alterações hormonais e lesões cancerígenas. Além disso, dentes mal cuidados são portas de entrada para micro-organismos que poderão atingir órgãos como o coração, rins e pulmões.

Ouvir mais música

Escutar músicas é capaz de provocar as mais diferentes emoções. A união genuína de notas, ritmos e sons faz maravilhas pela nossa saúde física e emocional. A música ainda insere pessoas socialmente, e como age diretamente no emocional, é um meio eficiente para incitar amizades e propiciar encontros entre pessoas “da mesma turma”. Uma dica interessante que os musicoterapeutas indicam é cada pessoa ter um cd (ou, nos dias de hoje, um aparelho mp3) com suas músicas favoritas e que marcaram sua vida de forma positiva; a lembrança desses momentos age melhorando o vigor, dando ânimo e força. A música também traz benefícios a crianças e adultos com algum tipo de deficiência cognitiva e a pessoas que sofrem com a doença de Alzheimer, além de já ser usada como tratamento auxiliar em pacientes com depressão e transtornos de ansiedade. Não é possível dizer que a música cura alguma doença, mas pode-se afirmar, sem dúvida, que ela está diretamente ligada à promoção de uma vida mais saudável.

Cultive amizades

Estudos americanos que analisaram pesquisas sobre qualidade de vida concluíram que um dos segredos dos que vivem muito é saber cultivar relações próximas. A solidão é uma reclamação recorrente nos divãs de análises. Pessoas que não possuem ninguém com quem dividir alegrias e angústias costumam viver muito mal. Mas não é para ninguém se colocar como vítima das relações superficiais dos dias de hoje. Cultivar amigos demanda tempo, generosidade, dedicação. É preciso estar disponível também para ouvir, é necessário se doar, trocar, e não apenas exigir ou pedir. Ou seja, cultivar um amigo é um exercício que aniquila o egoísmo e só nos faz bem!

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Para mais informações entre em contato:
acadhemia@gmail.com

 

Subscribe to our Newsletter

Contact

Email us: acadhemia@gmail.com

Our Team Memebers