Diabetes provoca queda de testosterona

Testosterona e Peso 
 
O efeito do diabetes na redução dos níveis de testosterona é similar a um ganho de peso de 20 libras (aprox. 9.07  quilogramas), de acordo com uma nova pesquisa  que descobriu que 40% dos homens obesos têm níveis abaixo do normal de testosterona.
Conforme o índice de massa corporal (IMC) aumenta, os níveis de testosterona caem ainda mais. O IMC é a relação entre o peso e a alturade um indivíduo.
Tendo em vista o fato de que quase um terço da população dos E.U.A é obesa, essas observações têm profundas implicações fisiopatológicas,clínica, epidemiológica e de saúde pública”, diz Sandeep Dhindsa, um especialista em endocrinologia na Universidade de Buffalo e o primeiro autor do estudo publicado na revista Diabetes Care.
Esta é a maior análise entre a associação da obesidade e níveis baixos de testosterona, e o primeiro a comparar a prevalência de baixos níveis de testosterona com a obesidade e o diabetes em conjunto e separadamente.
O estudo mostra que a obesidade e o diabetes podem exercer influências independentes sobre as concentrações de testosterona.
“Publicamos um relatório em 2004, sobre a alta prevalência de níveis baixos de testosterona em homens com diabetes tipo 2, e vários estudos em todo o mundo têm confirmado a associação de baixos níveis de testosterona com diabetes”, observa Dhindsa.
“A Endocrine Society recomenda que todos os homens com diabetes tipo 2, devem ter seus níveis de testosterona medidos. Nosso novo estudo mostra que os homens obesos também têm uma prevalência muito elevada de baixos níveis de testosterona, então os médicos devem selecionar homens obesos não-diabéticos, também com relação a baixos níveis de testosterona. “
O estudo foi realizado entre novembro de 2003 a fevereiro de 2004 em 95 práticas primárias em todo os E.U.A. envolvendo aproximadamente 2.165 homens de 45 anos que forneceram amostras de sangue para análise das concentrações de testosterona.
“Com o aumento da prevalência da obesidade nos E.U.A. e no resto do mundo”, diz Paresh Dandona, chefe da Divisão de Endocrinologia, Diabetes e Metabolismo e autor sênior do estudo, “é imperativo que a prevalência de baixos níveis de testosterona em homens obesos sejam definidas”.
“Além disso, a magnitude da contribuição da obesidade em testosterona subnormal precisa ser quantificada. Nossa hipótese é que os homens obesos têm maior probabilidade de ter baixos níveis de testosterona que os homens não-obesos, e que iríamos encontrar níveis mais baixosde testosterona em homens com diabetes do que nos homens sem diabetes, obesos e não-obesos. “
Os resultados confirmam essas hipóteses, mostrando uma prevalência 40% maior elevados de baixa testosterona em homens obesos em relação aos participantes não-obesos.
Homens com diabetes, obesos ou não, demonstraram menores níveis de testosterona que os homens não-diabéticos em todas as categorias de peso. Os níveis de testosterona diminuiram significativamente em ambos os diabéticos e os homens não-diabéticos, com o aumento do IMC.
Pesquisadores da Universidade de Buffalo (EUA) excluídos os participantes do estudo completo, que não tinha dados de IMC, ou que estavam tomando certos medicamentos que podem afetar os níveis de testosterona, proporcionaram uma população de estudo de 1.849 homens, 398 com diabetes e 1.451 não-diabéticos.
“Em vista do aumento da prevalência da obesidade, mesmo em populações mais jovens, seria importante a realização de um estudo similar nos homens no auge de seus anos reprodutivos”, diz ele.
“Tendo em vista os altos índices de testosterona abaixo do normal em pacientes com obesidade ou diabetes, as concentrações de testosterona devem ser medidas regularmente nestas populações, especialmente quando estas condições ocorrerem em conjunto”, diz Dandona.
O trabalho foi financiado em parte pela American Diabetes Association, National Institutes of Health, e Solvay Pharmaceuticals.

FONTE: 
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Para mais informações entre em contato:
acadhemia@gmail.com
83 98730 5644 (só mensagem).

 

Subscribe to our Newsletter

Contact

Email us: acadhemia@gmail.com

Our Team Memebers