ESTRESSE CONTRIBUI PARA O SURGIMENTO DE GORDURAS

 

Cientistas concluíram que perturbações no sistema nervoso ou longos períodos de estresse podem levar a uma concentração de gordura em torno do abdômen, aumentando os riscos de diabetes e problemas cardíacos.

A pesquisa, publicada na segunda-feira, avaliou 50 homens obesos e de meia idade e foi realizada pelo hospital universitário de Gotemburgo, na Suécia.

Estima-se que um quinto da população ocidental sofra de diabetes ou de doenças cardiovasculares.

“O sistema de estresse desenvolveu-se para lidar com os breves períodos de estresse do homem da idade da pedra, que se preparava para batalha ou fuga. No mundo civilizado de hoje, o estresse é diferente. As pessoas não podem surrar o chefe ou sair correndo de seus credores”, disse o médico Thomas Ljung, que chefiou o trabalho.

Um organismo sob estresse produz em excesso um hormônio que estimula uma enzima de acumulação de gordura. Essa enzima é mais facilmente absorvida pelo abdômen do que por outras partes do corpo, segundo o estudo.

Após um longo período de estresse, a quantidade de hormônio é reduzida, mas a gordura permanece, particularmente na barriga do homem moderno, que precisa de menos esforço físico para sobreviver do que seus ancestrais.

“O estresse positivo, uma rápida descarga de adrenalina, é bom para o organismo. É o estresse por períodos extensos que pode levar a sérios problemas de saúde”, disse Ljung.

Apesar das barriguinhas serem normalmente associadas a homens de meia-idade, um número surpreendentemente grande de mulheres também tem uma quantidade desproporcional de gordura em torno da cintura, afirmou o pesquisador. 

 FONTE: Atleticshop.com.br

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Para mais informações entre em contato:
acadhemia@gmail.com
83 98730 5644 (só mensagem).

 

Subscribe to our Newsletter

Contact

Email us: acadhemia@gmail.com

Our Team Memebers