O mal da vaidade: Vigorexia





Todo mundo sabe que boa alimentação e atividade física é a dobradinha perfeita para garantir o corpo em forma. Mas tem gente que exagera na dose e por este motivo começam a surgir alguns transtornos, entre eles, a vigorexia.
Publicidade
Um dos principais sintomas é a valorização excessiva da silhueta perfeita. A pessoa que possui este distúrbio busca o corpo magro e musculoso a qualquer custo, mesmo que isso lhe traga prejuízos futuros. Apesar de ser mais comum entre homens, a vigorexia também atinge as mulheres.
A academia de ginástica costuma ser o lugar preferido dos vigoréxicos. Lá, eles realizam exercícios físicos por horas a fio, pesam-se várias vezes ao dia e comparam sua musculatura com a de seus colegas. O uso de esteróides e anabolizantes pode ser um recurso freqüente, por facilitar a obtenção de resultados imediatos.
Geralmente isso acontece porque os vigoréxicos sentem-se inferiores e tímidos. A pessoa busca se afirmar através de um corpo perfeito. A vigorexia causa um desgaste orgânico e mental e pode trazer conseqüências semelhantes às do estresse, tais como insônia, desinteresse sexual, falta de apetite, irritabilidade, fraqueza, cansaço, entre outros.
Além disso são também freqüentes os problemas físicos e estéticos, como desproporção dos membros, problemas ósseos e articulares e falta de agilidade.
A situação torna-se mais grave com o uso de anabolizantes. Eles aumentam os riscos de doenças cardiovasculares e das disfunções sexuais, além de diminuírem o tamanho dos testículos e criarem maior propensão ao câncer de próstata.
É desejável que as pessoas tenham preocupação com o próprio físico, desde que esta não se torne uma obsessão e venha a prejudicar outros setores da vida. Reconhecer as pressões estéticas impostas pela sociedade e saber lidar com elas de maneira saudável é a chave para evitar doenças como a vigorexia e outros distúrbios da imagem corporal.

Por Flávia Leão Fernandes
Psicóloga - CRP 06/68043
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Para mais informações entre em contato:
acadhemia@gmail.com
83 98730 5644 (só mensagem).

 

Subscribe to our Newsletter

Contact

Email us: acadhemia@gmail.com

Our Team Memebers